A China está a construir o maior radiotelescópio do mundo

A China está a construir o maior radiotelescópio do mundo, e terá de realojar  quase 10.000 pessoas da vizinhança para garantir a eficácia do telescópio. O telescópio, chamado de "Five-hundred-meter Aperture Spherical Telescope (FAST)", será concluído em Setembro de 2016, e terá  500 metros de diâmetro, o  que supera o Arecibo,  observatório de rádio em Porto Rico, que tem 305 metros de diâmetro.

 

A China  muda frequentemente  grandes quantidades de pessoas para dar lugar a empreendimentos como a Barragem das Três Gargantas. Mas neste caso, as pessoas são realojadas  de modo a  que o FAST tenha uma zona tampão de "radio-quiet" de  cinco quilómetros á volta dele.

De acordo com a agência Chinesa  de notícias Xinhua, um funcionário que  não se  identificou disse que as pessoas estão sendo realojadas  de modo que a instalação esteja livre de interferências electromagnéticas. Dispositivos comuns e equipamentos, como fornos  microondas, motores de porta de garagem, e, claro, os telefones móveis,  criam ondas de rádio que o FAST vai sentir e que podem interferir com a operação do telescópio.

 

O alto nível de sensibilidade do telescópio "vai  ajudar na procurar vida inteligente fora da galáxia," de acordo com Wu Xiangping, diretor-geral do "Astronomical Society" da China . Mas, além da procura de ondas de rádio que podem ser provenientes de civilizações alienígenas distantes,  da mesma forma como programa SETI ja  faz, o enorme prato vai também para ser usado para estudar objectos astronómicos que emitem sinais de rádio, como galáxias, pulsares, quasares e supernovas. Os sinais de rádio a partir desses objectos fornecem informação  sobre a sua massa e sua distância de nós. Mas os sinais são muito fracos, desta forma so  telescópios de rádio grandes podem ser  ser eficazes.

Os telescópios de rádio também são utilizados ​​para enviar sinais de rádio e que são reflectidos por  objectos como asteróides e os outros planetas do nosso Sistema Solar. Estes sinais são detectados pelo telescópio quando eles regressam  à Terra, e utilizados  para criar imagens.

Os radiotelescópios enormes como fast só pode ser construídos em determinados lugares. Eles exigem, uma área que possua a forma de prato para efectuar  a construção. ( O Arecibo é construído num enorme buraco em Porto Rico.) Embora o FAST esteja localizado numa zona  remota, onde não há grandes cidades ou vilas, ainda há cerca de 10.000 pessoas que terão de ser deslocadas . A maioria destas pessoas  serão compensados ​​até a quantia de 2500 USD.

A instalação do FAST faz  parte de um esforço concertado por parte da China para ser um "dos grandes" no estudo e exploração espacial. 

A construção em fast começou em 2011, e vai custar 1,2 biliões de yuans (cerca de 260 milhões de dólares ) para construir.

 

Fonte 

Rate this item
(0 votes)

Mais artigos nesta secção:

 

JornalBitcoin Newsletter