Os voos comercias supersónicos podem estar de volta pela mão da NASA

O regresso  do transporte aéreo supersónico de passageiros esta agora mais perto da realidade com a adjudicação de um contrato para o projecto preliminar de uma aeronave de demonstração de voo  da NASA. Este é o primeiro de uma série de ‘X-planes' , uma iniciativa da  "New Horizons Aviation da NASA", enquadrada  no orçamento para   2017, da agência espacial.

 

Charles Bolden,  administrador da NASA  anunciou o prémio num evento segunda-feira em Ronald Reagan Washington National Airport em Arlington, Virgínia.

 

 

"A NASA está a trabalhar  para tornar este voo  mais verde , mais seguro e mais silencioso,  ao mesmo tempo que se desenvolvem  aeronaves  para  viajar mais rápido, e se pretende a construção de um sistema de aviação que opera  de forma mais eficiente. Para isso, é importante realçar que já faz   quase 70 anos desde que Chuck Yeager superou  a barreira do som no Bell X-1.  Agora vamos continuar esse legado com  o 'X-plane'  supersónico e  com este prémio de design para um avião  supersónico mais silencioso  focado no voo de passageiros ".

A NASA seleccionou uma equipa liderada pela Lockheed Martin Aeronautics Company of Palmdale, Califórnia, para completar um projecto preliminar para a "Quiet Supersonic Technology (QueSST)". 

Após a realização de estudos de viabilidade e trabalhando para melhor compreender os níveis de ruído aceitáveis ​​em todo o país, a "NASA's Commercial Supersonic Technology Project"  pediu a  equipas  do sector para apresentar conceitos de design para uma aeronave de teste pilotado que possa  voar a velocidades supersónicas, criando uma "pulsação" supersónica - um "soft thump" em vez de um "boom" perturbador actualmente associado ao  voo supersónico.

Fotografias , Lockheed Martin e NASA

Fonte

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter