Primeiros tomates e ervilhas colhidos na lua e em Marte, utilizando solos simulados

A segunda experiencia  sobre como crescer culturas em Marte e na  lua utilizando solos com características semelhantes a que se encontram nos respectivos destinos teve um resultado surpreendente.

Os investigadores da Universidade de Wageningen & Research Center na Holanda aprenderam  com as suas  primeiros experiencias, e de facto nesta segunda experiencia  conseguiram fazer  crescer varias  culturas diferentes. Tomate, ervilha, centeio, rabanete , agrião e outras.

 

 

O investigador  Dr. Wieger Wamelink  afirmou "O total biomassa   produzido no simulador do solo de Marte não foi significativamente diferente da produção das  plantas usadas como controlo", . O objectivo dos estudos é fornecer a base para a agricultura em Marte e na Lua, a fim de alimentar os primeiros colonos.

 

A experiencia  começou em Abril de 2015. a colheita teve lugar em Outubro de 2015.

Dez espécies de culturas diferentes (tomate, centeio, nabo, ervilha, alho francês, espinafre, rúcula jardim, agrião, quinoa e cebolinha) foram cultivadas  em bandejas com simuladores de solo de  Marte e da  lua , ao mesmo tempo foram cultivadas plantas como solo "normal" da  Terra  para servir de  controlo.

As plantas foram cultivadas numa estufa de vidro sob condições de temperatura, humidade e luz constante e sob atmosfera terrestre. "Usamos estas condições  porque esperamos que o crescimento  da primeira colheita em Marte e na Lua terá lugar em salas subterrâneas para proteger as plantas do ambiente hostil, incluindo a radiação cósmica", afirma Wamelink.

Os investigadores  utilizaram simuladores fornecidos pela NASA, que imitam os solos que encontraremos em Marte na lua . O simulador do solo de Marte é  originário  de um vulcão no Havaí e no simulador de solo da foi utilizado solo do  deserto do Arizona.

 

Fonte

 

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter