O Banco Central da China realiza visitas as bolsas de Bitcoin, o que levou aparentemente à queda da cotação da moeda.

O Banco Popular da China (PBoC) está a movimentar-se no sentido de monitorar com mais atenção as empresas domésticas de troca de bitcoin.

No últimos dias o PBoC fez visitas as três maiores bolsas do país , o banco central disse hoje que está comprometido com uma participação mais activa junto das grandes bolsas de BTC na China a BTCC, Huobi e OKCoin através de inspecções  e/ou reuniões "in loco".

 

Nas ultimas reuniões foram abordados tópicos como prevenir a lavagem de dinheiro e gestão de divisas.

"Os controlos centraram-se sobre a forma como empresa funciona , se está a operar  fora do âmbito de negócios, se está emitindo financiamentos não autorizados, pagamentos, negócios de forex ,  se ele está envolvida em manipulação de mercado, anti-lavagem de dinheiro entre outros .

O CEO da BTCC Bobby Lee confirmou a reunião à CoinDesk, afirmando que a PBoC solicitou dados sobre as suas operações, bem como fez recomendações sobre como o governo pudera vir a regular as operações de troca de bitcoin.

No entanto, Lee sublinhou que as visitas no local são "muito comuns" para as empresas na China e continuou a expressar um optimismo sobre o envolvimento do PBoC.

 

Fonte

Rate this item
(0 votes)
 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos