Print this page

A República da Geórgia em conjunto com o economista Hernando De Soto e a BitFury avança com projecto piloto para serviço de notariado sobre o Blockchain.

A  BitFury,  a Agência Nacional de Registo Público da Geórgia  e o reconhecdo  economista peruano Hernando DeSoto  vão anunciar  uma parceria para projectar um projecto  piloto de registo de propriedades no  blockchain.

 

A experiencia é a concretização do sonho dos entusiastas do  blockchain que pretendem utilizar a  tecnologia  para a gestão de títulos de terra. Enquanto nos Estados Unidos e na Europa Ocidental, é comum ter título legal de propriedade, em  muitas outras zonas do globo , as pessoas não têm título legal para seus activos. De Soto, presidente do "think tank" com sede em Lima, o Instituto para a Liberdade e Democracia, estima que o valor deste "capital morto" totalize 20 triliões de  Dólares.

Este projecto sinaliza uma mudança de foco na BitFury que  até agora, se dedicou principalmente a a minar BTC.

Na  cerimónia de assinatura, os parceiros vão assinar um memorando de entendimento no Parque Tecnológico da Geórgia, um terreno  na República da Geórgia que BitFury adquiriu  para criar uma zona de tecnologia especial que também aloja um dos seus centros de dados .

"Estamos a lançar  o projecto Registo de direitos de propriedade para os cidadãos da Geórgia de forma a que  possam registar uma propriedade no blockchain", afirmou  Valery Vavilov, director executivo da BitFury.

"Porquê o  blockchain? Porque vai  ajudar a fazer três coisas importantes ", segundo  Vavilov: "Em primeiro lugar, ele irá adicionar segurança  aos dados de modo que os mesmos não possam ser corrompidos. Em segundo lugar, ao ligar o registo com o blockchain, o auditor público vai também fazer a auditoria em tempo real. Assim, o auditor irá auditar o registo não uma vez por ano, mas a cada 10 minutos [por exemplo]. Em terceiro lugar, vamos  reduzir o atrito  e o custo do registo de direitos de propriedade, porque as pessoas podem fazer isso no futuro usando seus telefones inteligentes. O Blockchain vai ser utilizado como um serviço notário. "

 

Fonte

Rate this item
(0 votes)

Relacionados