Segundo a Reuters o  banco central da China  (PBOC) suspendeu pelo menos três bancos estrangeiros de efectuar  negócios de câmbio até ao final de Março de 2016.

Com a crescente popularidade da Bitcoin, os Bancos Centrais mundiais estão a estudar a possibilidade de emitir a moeda digital garantida pelos Estados. A transformação pode reduzir custos no sistema de pagamentos e permitir às autoridades maior controlo sobre a emissão de dinheiro, mas levanta também questões de segurança e privacidade.

Até ao momento, nenhum Banco Central emitiu versões digitais de suas próprias moedas fiduciárias. No entanto, esta hipótese está a ganhar terreno e vários dirigentes de vários Bancos Centrais começam a considerar que um sistema de pagamento digital é inelutável.

 

O primeiro Banco Bitcoin do mundo, NextBank, parou a sua campanha de financiamento. Todos os investidores que tenham contribuído com pequenas somas para o fundo de 2.350.000.00 passarão a ser accionistas minoritários, caso contrário irão ser ressarcidos na íntegra pelo investimento feito.

A grande maioria do fundo vem de investidores privados europeus.

O NextBank confirmou que receberam esta semana 1,4 milhões de Dolars de financiamento por 4% da empresa feitos por dois investidores de risco europeus. Este Banco tinha arrecadado anteriormente 950.000,00$ de investimento privado, elevando o capital investido a 2,35 milhões de USD.

 

Fonte | Tradução jornalbitcoin.pt

 

JornalBitcoin Newsletter

Bitcoin Videos